Logo Alfaro
Fale com o Alfaro
Promovendo cidadania com informação
banner Alfarobanner Alfarobanner Alfaro

RETINOSE PIGMENTAR...mal que afeta governantes e governados... QUE TAL DEIXAR DE SER CANÁRIOS?

segunda-feira, 25 de Agosto de 2014 | 12:16

Impossível não se dar conta da deficiência visual. Os sintomas são evidentes! De longos anos! Mas a covardia e a indiferença em lidar com os males – leia-se corrupção/malversação de recursos públicos... - em Pindorama convenceu aos bandidos de que tudo é permitido.

Na primeira noite eles roubam uma flor do nosso jardim. Não dizemos nada! Similarmente chegam aqueles que atacam as bases da segurança dos velhinhos, das viúvas, das crianças, dos órfãos...e nada dizemos.

Pilar Rahola ( escreve nos jornais El País, El Periódico e Avui – em catalão e foi deputada no Parlamento Espanhol pela “Izquierda Republicana Catalana” e vice-prefeita de Barcelona, Espanha ), escreveu brilhante artigo, “A Rebelião dos Canários”, onde demonstra uma lógica de raciocínio que cabe como uma luva para o flagelo da cegueira que atinge Pindorama.

Lembra ela que os mineiros tinham, até o século XX, uma técnica infalível para se protegerem nas profundidades da rocha: os canários. Mais sensíveis do que o homem à falta de oxigênio e gases tóxicos, morriam primeiro. Era hora de abandonar a mina a toda velocidade.

Nos ensina ela que: “ A temperança moral do mundo vem sendo posta à prova. Se os judeus podem ser perseguidos ou assassinados impunemente – raciocinam os tiranos – então se pode passar para o próximo passo. Todas as grandes ditaduras de nossa época – nazismo, stalinismo, esquerda, direita, tiveram os judeus como o alvo predileto e como coelhinhos da Índia de sua violência assassina.” E alerta: “Em face da cegueira mundial aos fatos, é chegada a hora de os canários se rebelarem. Basta de nos asfixiarnos por nada”.

Aqui em Pindorama muita gente não se dá conta, pela cegueira aos fatos, de que a corrupção, o aparelhamento da máquina, a malversação e o desperdício de recursos públicos, os perdões de dívida a países africanos devedores contumazes ( que ficam livres para tomarem aqui novos empréstimos ) as bolsas para ricos e pobres, destes boa parte só se importando em receber sem precisar trabalhar , são por todos nós pagas, inclusive pelos que as recebem, via cobrança de pesadíssimos impostos; e asfixiam, matam!!! A lógica de raciocínio e a operacionalidade é a mesma do parágrafo anterior, demonstrada por Pilar Rahola. Visitei a Arena do Corínthians F.C , em São Paulo nesta semana. Um belo, vistoso e odioso monumento, ícone do desperdício de recursos e do perfil perdulário de quem usa e abusa dos financiamentos camaradas com a grana da sociedade, no caso do BNDES. Alguns tupiniquins pensam, se revoltam, mas não externam o que sentem: somos canários e cobaias de minas de dinheiro mal gasto/desviado/surrupiado. Não terá já passado da hora de, como disse Pilar Rahola, deixar de ser canários?

 

Pense nisso! Economista*


Escrito por Nerino Dionello Piotto

Comentários (0) | Indicar um amigo


^ topo

QUEM SOU

Alberto Amaral Alfaro

natural de Rio Grande – RS, advogado, empresário, corretor de imóveis, radialista e blogueiro.

ENTREVISTAS

O QUE EU LEIO

ÚLTIMAS 10 POSTAGENS


Ouça a Rádio Cultura Riograndina

ARQUIVOS

WD House

Blog do @lfaro - Todos os direitos reservados