Logo Alfaro
Fale com o Alfaro
Promovendo cidadania com informação
banner Alfarobanner Alfarobanner Alfaro

Colunas

Colunista
Voltar

Prof. Nerino Dionello Piotto
Articulista Econômico - Empresário ramo imobiliário - Aposentado do Banco Central do Brasil.


Leia outras colunas



ANO NOVO...TEMPO DE REFLEXÕES NOVAS ATITUDES, APRENDER A DIZER NÃO...e PAGAR MENOS IRENDA

segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013 | 16:32

Nerino Dionello Piotto*

O doutor Alberto Alfaro, perspicaz, fez uma constatação no Cultura Debate com a qual concordo: “que, ultimamente, eu ando mais preocupado com o lado social da economia”.

De que adianta termos se não formos felizes, não tivermos uma boa qualidade de vida? Se nossas atitudes demonstram arrogância, prepotência, na linha da lei do mais forte...

Meados deste mês, fui ao Ciretran para emplacar um de meus carros aqui em Rio Grande. Minhas contas bancárias estão aqui também. Fiquei triste, ao chegar na lotérica Banrisul, na Av. Pres. Vargas e constatar que a fila de idosos, gestantes...estava sendo usada para pagamento de boletos possivelmente de empresas. Um jovem com uma camiseta azul com propaganda da Klinger automóveis ficou no guichê por mais de 30 minutos pagando uma montanha de boletos...reclamei, óbvio, mas... sem sucesso!

Hoje, 24/12, boa parte de meu dia foi tentando ajudar uma família que teve um ente querido que faleceu. E queria enterrá-lo. Só isso! O Sr. Eroci Nunes faleceu, como escrito pela médica não brasileira e sem CRM, como consta do receituário, que labora no Posto de Saúde do bairro São Miguel ..”chegamos ao domicilio, após telefonema de familiares e... não apresentava pulso coratídeo, tentando procedimentos de reanimação, sem sucesso, óbito às 11h35” Dra. Prisca Saray Nunez Millan – Médica – RMS 4300085 – Estratégia Saúde da Família.

Até aí, tudo bem. Uma das filhas do falecido, Srta. Fabiane Nunes foi até a Funerária onde lhe foi dito que deveria ter uma declaração formal do óbito ( modelo próprio ) para o enterro e que aquele documento não servia. Procurou a médica para pedir-lhe que preenchesse o documento devido. No mesmo PS onde o falecido havia sido atendido algumas vezes, inclusive por ocasião de uma isquemia há cerca de um ano. Lá, foi informada que a médica não se encontrava. Ficou revoltada, pois, segundo me disse, viu a médica num corredor...resultado: o que fazer com o falecido? A quem reclamar? Para que o corpo fosse removido ( havia crianças na casa ), tive de ir com a Srta. Fabiane até a DPC, onde foi lavrado o B.O. n. 27018/2013 onde consta que a médica se negou a assinar o documento formal do óbito. Se ele morreu nos braços dela... sob tentativa de reanimação.... quem melhor poderia atestar seu óbito de maneira formal? Resumo da ópera: a polícia mandou retirar o cadáver da casa e o encaminhou ao IML. Uma simples morte de pessoa há muito doente e que se encontrava em estado deplorável quiçá será tratada como um possível crime! Um baita constrangimento para a família! E... custo para a sociedade. Inadmissível! O Dr. Job Gomes, Del. do CRM, ao tomar conhecimento, imediatamente tomou providências junto ao Conselho de Medicina.

Precisamos aprender a dizer não às migalhas que nos são jogadas na área da saúde.

E, para não ficar só no social, para quem desejar pagar menos IR ainda há tempo = ATÉ 31.12 = de fazer um investimento em uma Previdência Privada, um PGBL ( não VGBL – este não permite desconto no IR ). Procure seu gerente! Economista*


Escrito por Nerino Dionello Piotto

Comentários (0) | Indicar um amigo


QUEM SOU

Alberto Amaral Alfaro

natural de Rio Grande – RS, advogado, empresário, corretor de imóveis, radialista e blogueiro.

ENTREVISTAS

O QUE EU LEIO

ÚLTIMAS 10 POSTAGENS


Ouça a Rádio Cultura Riograndina

ARQUIVOS

Alfaro Negócios Imobiliários
WD House

Blog do @lfaro - Todos os direitos reservados